CORONAVÍRUS

MP recomenda Guarujá a adotar merenda delivery

Divulgação/Hygor Abreu

Todas as escolas da rede municipal de ensino de Guarujá, inclusive conveniadas, estão abertas para ofertar alimentação aos estudantes, conforme recomendação do Ministério Público. A medida visa o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNGUARUJA2 🕵‍ Informe-se, denuncie!

O documento, expedido na segunda-feira, 23, pede a adoção deste tipo estratégia no enfrentamento à doença. Deste modo, a recomendação determina que “....se promova o imediato restabelecimento do serviço essencial de fornecimento de refeições aos estudantes da rede pública municipal de ensino habitualmente destinatários, no prazo de sete dias a contar da presente data, através do fornecimento de sistema de retirada de refeições prontas e devidamente acondicionadas em recipientes específicos – delivery – pelo respectivo responsável legal do estudante habitualmente destinatário no equipamento público onde habitualmente servido, adotando-se, em qualquer caso, todas as medidas profiláticas recomendadas pelas autoridades sanitárias para preservação da saúde dos servidores que exerçam suas funções na prestação desse serviço, especialmente por ocasião da retirada”.

Enquanto a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Sedel) realiza os trâmites necessários para o fornecimento da merenda por delivery,  as escolas mantém dois horários para alimentação dos alunos na rede municipal: aos alunos da manhã e vespertino, o almoço é servido das 11h às 12 horas, e estudantes dos períodos tarde e noite, o horário de alimentação é das 14h às 15 horas. No entanto, as unidades ficam abertas das 10h às 16 horas.

A abertura das unidades escolares para o almoço segue portaria nº 07/2020 da Sedel e boletim informativo 02 Sedel, no enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). Desde segunda-feira (23), as escolas estão com aulas suspensas, por tempo indeterminado. A prefeitura segue as diretrizes estabelecidas pelo governo do estado.

De acordo com o vice-prefeito e secretário de Educação, Esporte e Lazer, Renato Pietropaolo, a iniciativa de abrir as escolas é de extrema importância neste momento. “Importante frisar que estamos tomando todos os cuidados necessários com nossas equipes e voluntários. Não poderíamos deixar de alimentar as crianças da nossa rede municipal, que vivem em situação de vulnerabilidade social, e têm na escola sua única refeição. Isso também é responsabilidade”, destacou.

Outra questão importante é que todos os funcionários da rede municipal de ensino com mais de 60 anos e demais públicos do grupo de risco do  Covid-19 foram dispensados e orientados a ficar em casa. Quanto aos demais que vêm atuando nas unidades para o atendimento de alimentação, estes seguem em esquema de revezamento.

Para ofertar a alimentação, as equipes (profissionais e voluntários) estão organizados no sentido de criarem uma rotina para garantir o fornecimento de alimentação durante a suspensão de aulas. A ação cumpre artigo 16, III do Decreto 13.564/2020 e orientação do MP.

As equipes das unidades estão atentas às seguintes orientações no sentido de evitar aglomerações nas unidades de ensino:

Realizar o direcionamento das crianças para os refeitórios;

Realizar o direcionamento para os lavatórios, para que os alunos lavem as mãos antes das refeições;

Auxiliar para que os alunos passem álcool gel nas mãos, da maneira correta;

Prestar esclarecimentos quanto aos cuidados que devemos ter para evitar a disseminação do Covid-19 (Novo Coronavírus);

Orientar para que os alunos entrem em número reduzido no refeitório, e que permaneçam sentados com uma distância mínima de 2m;

Não permitir que os alunos compartilhem objetos pessoais;

Após realizarem suas refeições os alunos devem voltar para suas casas para continuarem a prática do isolamento social.

Quem desejar ajudar como voluntário, pode procurar uma das seguintes escolas:

EM Mário Cerqueira (Rua Javari, 95 – Perequê)

EM Paulo Freire (Avenida Tancredo Neves, s/nº – Santa Clara)

EM Guilherme Furlani (Travessa 253, s/nº, Morrinhos)

EM Augusto Antunes (Rua Romoaldo dos Santos Inácio, 45 – Jardim Boa Esperança)

Neim Albert Sabin (Avenida Mário Daige, 1.555 – Jardim Boa Esperança)