Coluna Enio Xavier

Protestos Mixurucas

Estudantes e representantes de entidades estudantis e de sindicatos de trabalhadores participam de manifestação contra o contingenciamento de verbas públicas para universidades federais. José Cruz/Agência Brasil

E ontem dia 30, dia útil da semana enquanto a esmagadora maioria do povo corria atrás do pão de cada dia estudantes e professores convocados por sindicalistas protestavam contra o governo. O número da turbamulta era menor em todas as cidades em que houve protesto. Sim, a liberdade de manifestação é sagrada. 

Não se viu o verde/amarelo. Muito vermelho e preto tomava conta das ruas, não teve quebra quebra (ufaa). Na pauta de sempre havia o pedido de soltem o ladrão e salvem a Educação. Esse último apelo é significativo e importantíssimo.

Como se sabe o resultado das avaliações dos estudantes brasileiros é vergonhoso, juntando todas as bandeiras vermelhas das manifestações contra o governo ainda assim não se chega perto da vermelhidão da vergonha do resultado prático do ensino no Brasil. A necessidade de se livrar o país do caos no ensino é patente. Que o diga os cartazes e textos dos militantes.

No mais o governo e a esmagadora maioria dos brasileiros dá de ombros para esses apelos. Sabemos de onde veem e o que querem essa gente e o país já disse não para a liderança deles.